terça-feira, 22 de julho de 2014

Confirmada a data da publicação do edital da Polícia Civil do Amazonas


Futuros Policiais Civis do Amazonas, ao questionar o Governador do Estado, José Melo, sobre a realização do concurso público para Polícia Civil do Amazonas, recebemos a resposta para aguardar alguns dias e a resolução de certas definições por parte do governo e da polícia civil e que entrariam em contato conosco. 

Confesso para todos vocês que achamos que este contato nunca iria acontecer, contudo, para nossa surpresa fomos informados que provavelmente o edital seja publicado em SETEMBRO de 2014, antes da eleição de primeiro turno.

O próprio governador José Melo anunciou em várias oportunidades que faria o concurso público da Polícia Civil, ou seja, realizando este certame estará cumprindo com o que foi prometido em vários veículos de imprensa (veja vídeo):



Toda a Polícia Civil do Amazonas clama pela realização deste certame com a máxima urgência, haja vista a instituição foi esquecida pelo projeto Ronda nos Bairros, acontecendo a inauguração de várias novas delegacias sem aumento do efetivo policial.

Outro ponto importante era o baixo salário dos policiais civis, sendo que a Polícia Civil sempre perdeu  muitos servidores para outros órgãos que realizaram concursos públicos nos últimos anos como o Tribunal de Justiça do Amazonas, Ministério Público do Amazonas e Tribunal de Contas do Amazonas. Hoje a Polícia Civil do Amazonas conta com um dos melhores salários do Brasil, boa estrutura com viaturas e delegacias novas, faltando apenas o ser humano (o policial).

A expectativa da realização do concurso público para Polícia Civil do Amazonas está gerando um grande alvoroço entre candidatos do próprio Estado do Amazonas, bem como de candidatos do restante do país. Fóruns de discussão como ForumConcurseiros e CorreioWEB demonstram que a concorrência será super acirrada.

O número de vagas a ser oferecido no próximo concurso público da Polícia Civil do Amazonas chegará a 548 novos policiais, sendo 340 investigadores, 129 escrivães, 40 peritos e 39 delegados.

domingo, 20 de julho de 2014

(SEDUC-AM) Aulão gratuito de CONSTITUIÇÃO DO AMAZONAS - EDUCAÇÃO

(SEDUC-AM) Aulão gratuito de CONSTITUIÇÃO DO AMAZONAS - EDUCAÇÃO preparatório para o concurso público da Secretaria Estadual de Educação do Amazonas.

Vamos gabaritar a parte de Legislação Específica para SEDUC-AM?


ESTATUTO DOS SERVIDORES DO AMAZONAS - LEI 1.762/86 (PC/AM, SEFAZ/AM e SEDUC/AM)

ESTATUTO DOS SERVIDORES DO AMAZONAS - LEI 1.762/86 (PC/AM, SEFAZ/AM e SEDUC/AM)

Com a expectativa do lançamento de vários concursos públicos no Amazonas para o segundo semestre com da Polícia Civil do Amazonas, SEFAZ-AM e SEDUC-AM (Prova 31/08/2014), preparamos um curso on line teórico e com questões de uma das legislações mais importantes em concursos estaduais: 1.762/86 - Estatuto dos Servidores Públicos do Amazonas.


(AULÃO GRATUITO DE LÍNGUA PORTUGUESA) Diferenças da PARTÍCULA APASSIVADORA X PARTÍCULA DE INDETERMINAÇÃO DO SUJEITO

(AULÃO GRATUITO DE LÍNGUA PORTUGUESA) Diferenças da PARTÍCULA APASSIVADORA X PARTÍCULA DE INDETERMINAÇÃO DO SUJEITO

Questões envolvendo a diferenciação da partícula apassivadora e partícula de indeterminação do sujeito sempre foram o terror na vida dos concurseiros. Depois da explicação do Professor Wanderson Feitoza agora é torcer para ser cobrado nas provas tal assunto.


sábado, 19 de julho de 2014

(VAGAS PARA MANAUS) ANTAQ lança edital de concurso para 143 vagas em 2014

A Agência de Transportes Aquaviários (ANTAQ) divulgou edital informando aos interessados que está selecionando 143 servidores de nível médio e superior para integrarem o seu quadro permanente de pessoal em vários estados. O edital do concurso que selecionará os candidatos foi publicado no dia 18 de Julho no Diário Oficial da União.
Para os candidatos de nível médio são 74 vagas abertas em cargos de Técnico Administrativo e Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Aquaviários. Já para os candidatos de nível superior estão disponíveis 69 vagas nos cargos de Analista Administrativo e Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Aquaviários, em diversas áreas de atuação. As remunerações variam de acordo com o nível de escolaridade exigido e atribuições do cargo, indo de R$ 5.418,25 a R$ 11.403,90, já incluídas as gratificações pertinentes a cada função.
Os candidatos aprovados terão lotação nas cidades de Brasília-DF, Belém-PA, Manaus-AM, Paranaguá-PR, Porto Velho-RO, São Luís-MA, Salvador-BA, Florianópolis-SC, Porto Alegre-RS, Fortaleza-CE, Recife-PE, São Paulo-SP ou Vitória-ES, conforme opção feita no ato da inscrição. Todos os cargos terão carga horária semanal de 40 horas e 5% das vagas serão reservadas para os candidatos portadores de deficiência e 20% para os candidatos negros ou pardos
Cespe lança edital do concurso ANTAQ para 143 vagasO candidato aprovado, nomeado e empossado deverá permanecer em exercício na unidade na qual tenha sido inicialmente lotado, no mínimo, durante o período de 3 três anos. Veja o edital.
As inscrições para o certame estarão abertas entre os dias 25 de julho e 13 de agosto de 2014 e deverão ser feitas exclusivamente através do endereço eletrônico do Cespe/UnB, responsável por organizar a seleção. A taxa de inscrição será de R$ 80,00 para os candidatos aos cargos de nível médio e de R$ 120,00 para os candidatos concorrentes aos cargos de nível superior.
O concurso terá provas objetivas e prova discursiva de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos, além de avaliação de títulos, de caráter classificatório, somente para os cargos de nível superior e Curso de Formação Profissional, somente para o cargo de Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Aquaviários.
As provas objetivas e a prova discursiva serão realizadas no dia 28 de setembro de 2014 nas cidades que ofertam as vagas. A previsão é de que os gabaritos das provas objetivas sejam divulgados no dia 30 de setembro e o resultado das provas objetivas saia no Diário Oficial da União na data provável de 27 de outubro.
O prazo de validade do concurso esgotar-se-á após um ano, contado a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período, a critério da administração do órgão.

ANTAQ

A ANTAQ é vinculada ao Ministério dos Transportes e a Secretaria de Portos da Presidência da República, com sede e foro no Distrito Federal e unidades administrativas regionais em 14 estados. Tem por objetivo regular, supervisionar e fiscalizar as atividades de prestação de serviços de transporte aquaviário e de exploração da infraestrutura portuária e aquaviária, garantindo a movimentação de pessoas e bens, em cumpr

quinta-feira, 17 de julho de 2014

(VAGAS PARA MANAUS) Edital da Antaq com 143 vagas será lançado até segunda-feira



Termina nesta segunda-feira (21/7) o prazo concedido pelo Ministério do Planejamento para que a Agência Nacional de Transportes (Antaq) lance o edital de abertura de seu novo concurso público. De acordo com a assessoria da autarquia, o documento poderá ser lançado já nesta sexta-feira (18/7).

Serão 143 vagas. A banca organizadora da seleção ser á o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) . De acordo com o órgão, haverá vagas para Brasília (sede), Belém, Manaus, Porto Velho, Fortaleza, Recife, Salvador, São Luís, Santos, Vitória, Florianópolis, Paranaguá e Porto Alegre.

Do Total de chances, 52 são para especialista em regulação de serviços de transporte aquaviários, 17 para analista administrativo, 55 para técnico em regulação de serviços de transporte aquaviários e 19 para técnico administrativo.

No nível médio a oferta será de 19 oportunidades para técnico administrativo e 55 para técnico em regulação de serviços de transportes aquaviários. Já para os graduados, haverá 17 vagas de analista administrativo e 52 de especialista em regulação de transportes aquaviários. As remunerações são de R$5.791,25 para os técnicos administrativos, R$6.047,25 para os técnicos em regulação, R$10.916,90 para os analistas e R$11.776,90 para os especialistas. Todos os ganhos já estão acrescidos dos R$373 de auxílio-alimentação. A avaliação será por meio de exames objetivos em disciplinas de Conhecimentos Básicos e Específicos. 

Todos os candidatos serão submetidos ainda a provas discursivas e análise de títulos, e os que concorrem ao cargo de especialista terão de fazer também um curso de formação. A seleção será válida por um ano, podendo ser prorrogada por igual período. O último concurso da Antaq foi feito em 2008, e ficou a cargo do Cespe/UnB. A seleção contemplou todas as carreiras do atual concurso, e teve oferta de 140 oportunidades, nos níveis médio e superior. Na época, foram 76.758 inscritos, e as provas objetivas continham 120 questões sobre Conhecimentos Básicos e Específicos. Houve ainda avaliações discursivas e análise de títulos - esta somente para os especialistas.


CURSOS ON-LINE:

sábado, 12 de julho de 2014

(PROJETO APROVAÇÃO) Como Estudar para Concursos Públicos?


Olá Concurseiros, 

O Portal SOU CONCURSEIRO E VOU PASSAR está oferecendo um curso GRATUITO chamado PROJETO APROVAÇÃO.

Atualmente possuímos centenas de alunos estudando em vários de nossos cursos on-line preparatórios para os mais variados concursos públicos do país, com isso percebemos que uma das maiores dificuldades encontradas é exatamente COMO ESTUDAR PARA CONCURSOS PÚBLICOS?

Muitos alunos não sabem que a organização dos estudos também faz parte da preparação, que técnicas de memorização facilitam o aprendizado e principalmente uma boa dose de motivação constrói resultados surpreendentes.


O Professor Fábio sabe muito bem o que passa na cabeça do concurseiro, reprovado em diversos concursos públicos, após a utilização de algumas técnicas, conseguiu aprovação em todos os concursos públicos que prestou: Ordem dos Advogados do Brasil, Tribunal do Trabalho, Tribunal de Justiça e Delegado de Polícia Civil do Amazonas.

Justo por isso, seguindo sempre a missão que ensejou a criação do SOU CONCURSEIRO E VOU PASSAR que é ajudar quem tem interesse em seu realmente ser aprovado em um concurso público, estamos oferecendo um curso gratuito com os seguintes tópicos:

  1. Dicas de como começar a preparação para concursos públicos.
  2. Dicas de como preparar o ambiente de estudo.
  3. Dicas de motivação.
  4. Elaboração do Quadro de Estudos.
  5. Elaboração do Ciclo de Estudos.
  6. Técnicas de Memorização


Para garantir a sua vaga em nosso curso PROJETO APROVAÇÃO você deve acessar nossa página, efetuar seu cadastro e fazer a inscrição no curso.

Alunos já cadastrados podem efetuar normalmente a inscrição no curso após entrar com seu login e senha.
 Portal SOU CONCURSEIRO E VOU PASSAR



quinta-feira, 10 de julho de 2014

Qual o nível de estudos que devo estudar para um concurso público?



Ontem (09/07/2014) começou a preparação presencial para o concurso público da Polícia Civil do Amazonas no Curso Equipol, muitos alunos novos e muitos antigos que já esperam a publicação deste tão sonhado edital acerca de dois anos (que agora parece agora vai sair mesmo!!!).

Bom, o motivo desta postagem são alguns comentários que me chamaram muito a atenção nos corredores do curso:
- Que devem estudar apenas o "basicão" das matérias de direito. 

- Que não gostaram de certas aulas, pelo grande aprofundamento da matéria pelos professores.

-  Que as aulas não tiveram muita piada e nem muita gracinha por parte dos professores.

- Que copiaram muito.

- Que foi passado muito entendimento jurisprudencial do STF e STJ, que isso não é cobrado nas provas.


Respondi o seguinte: o mundo vai acabar mesmo. Em qualquer lugar do Brasil os comentários acima seriam elogios e não críticas ao trabalho dos professores, que estão batalhando demais para prestar o melhor serviço aos alunos.

Ademais meus caros alunos, com aumento das remunerações dos cargos da Polícia Civil do Amazonas de investigador, escrivão e delegado de polícia, onde ganharão mais que os agentes, escrivães e delegados da Polícia Federal, o próximo concurso da PC/AM será um dos mais disputados do país. Acredito que muita gente super preparada e motivada pela grande remuneração virá prestar este concurso.

Outro ponto importante, o aluno deve parar de pensar que só pelo fato de estar se preparando para o cargo de investigador/escrivão não deve aprofundar os assuntos, que não deve saber entendimentos jurisprudenciais do STF ou do STJ que não será cobrado. Pensar desta forma é um absurdo, todas as bancas ao elaborar questões da área do direito, sempre colocam questões envolvendo entendimentos jurisprudenciais dos tribunais superiores, sendo que uma questão errada pelo desconhecimento destes entendimentos, jogará o candidato lá para baixo na lista de aprovados, isso se atingir o número mínimo de acertos.

Pessoal, hoje não existe mais isso de estudar só o "be a bá" do conteúdo programático, confesso que é mais fácil e muitos alunos gostam de estudar o basicão, as vezes o professor procura aprofundar a matéria nas salas de aula e alguns alunos ficam revoltados, achando que não vai ser cobrado naquele nível. 

Estude como se a prova fosse a mais difícil do mundo. 
Estude com vontade de acertar toda e qualquer questões que seja cobrada daquele conteúdo programático.
Estude com a determinação de gabaritar todas as questões e acertar tudo.

O sacrifício será grande, mas valerá muito a pena quando seu nome sair, não apenas na lista dos aprovados, mas dentre os primeiros colocados.


Professor Fábio Silva
Atualmente ocupa o cargo de Delegado de Polícia Civil do Amazonas, já conquistou aprovação em vários concursos públicos. Coordenador do Portal Sou Concurseiro e Vou Passar.



LEI PENAL NO TEMPO


(CESPE - PF – ESCRIVÃO – 2013) No que diz respeito ao tema lei penal no tempo, a regra é a aplicação da lei apenas durante o seu período de vigência; a exceção é a extra-atividade da lei penal mais benéfica, que comporta duas espécies: a retroatividade e a ultra-atividade.


Resposta: CERTO.


Justificativa do CESPE: “O fenômeno jurídico pelo qual a lei regula todas as situações ocorridas durante seu período de vida, isto é, de vigência, denomina-se atividade. A atividade da lei é a regra e, sob a fundamentação na denominada "teoria da ação", tem inteira aplicação para a fixação do tempo do crime e da lei aplicável. Conforme literatura especializada: "é no momento da ação que o imperativo da norma pode atuar como motivo no processo psicológico da própria ação." Nos termos do art. 5º, XL, da CF, a lei penal não retroagirá, salvo para beneficiar o réu, o que vale dizer que a lei mais benigna prevalecerá sempre em favor do agente, quer seja a anterior (ultra atividade) quer seja posterior (retroatividade). Nessas circunstâncias, ou seja, quando a lei regula situações fora de seu período de vigência, ocorre a chamada extra atividade, que é a exceção. Ao regular situações passadas, isto é, ocorridas antes do início de sua vigência, a extra atividade denomina-se retroatividade; quando se aplica mesmo após a cessação de sua vigência, a extra atividade será chamada de ultra atividade. O artigo 3º do Código Penal dispõe que "a lei excepcional ou temporária, embora decorrido o período de sua duração ou cessadas as circunstâncias que a determinaram, aplica-se ao fato praticado durante a sua vigência." O caráter excepcional da lei, editada em períodos anormais, de convulsão social ou de calamidade pública, justifica a solução adotada, entretanto, como tal lei é promulgada para vigorar por tempo predeterminado, seria totalmente ineficaz se não fosse ultra-ativa. Trata-se, portanto, de situação de extra atividade e, ainda quando mais severa, a lei temporária, por sua natureza, será sempre aplicável aos fatos cometidos durante a sua vigência, sem que isso se traduza em ofensa ao princípio da retroatividade da lei posterior mais benigna. Não há razão, pois, para pensar que a lei temporária ou excepcional, não esteja incluída na exceção denominada de extra atividade, porquanto, frise-se, tem natureza ultra-ativa. Feitas tais considerações, prevalece o gabarito oficial assinalado para o item.”

segunda-feira, 7 de julho de 2014

(MOTIVAÇÃO PARA OS ESTUDOS) Delegados do AMAZONAS tem carreira jurídica reconhecida e vão ganhar R$ 37 mil


Foi aprovado na Assembleia Legislativa do Amazonas o plano de reestrututração salarial da Polícia Civil do Estado. Por 21 votos a favor e nenhum contra, os deputados votaram pela reajuste salarial dos policiais, dividido em quatro parcelas anuais, além da data base, garantindo ganhos reais até 2018.

A votação desta quinta-feira (03) também coroa os esforços da Associação de Delegados de Polícia do Estado do Amazonas – Adepol-AM – que em dezembro de 2013 conseguiu junto ao Governo do Estado aprovar a Emenda Constitucional que define a carreira de Delegado de Polícia como Jurídica de Estado, garantindo isonomia de vencimentos de equiparados às outras carreiras.

Na visão do Presidente da Adepol-AM, Delegado Mário Aufiero, um pioneirismo do Amazonas. “Temos que agradecer ao Governo do Estado e aos parlamentares que entendem a importância da segurança pública e cada vez mais tem investido nas polícias e nos policiais. Mostra também o respeito que temos pelo que diz a Constituição Federal em relação à carreira jurídica dos Delegados”, ressaltou Aufiero.

A PEC 11/2013, aprovada em dezembro, foi fruto de um esforço iniciado em 2011 e que reforçou as prerrogativas de autoridades policiais asseguradas pela Lei 12.830/2013.

Veja a tabela dos valores:
 

Da Redação e Adepol AM
 DELEGADOS.com.br
Revista da Defesa Social & Portal Nacional dos Delegados
- See more at: http://www.delegados.com.br/noticias/delegados-do-am-tem-carreira-juridica-reconhecida-e-vao-ganhar-r-37-mil#sthash.Xr5lVF85.dpuf