sábado, 14 de fevereiro de 2015

Concurso Público para a Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas - 320 Vagas para Nível Médio e Nível Superior

Concurso Público para a Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas - 320 Vagas para Nível Médio e Nível Superior


O Secretário de Segurança Pública, Sergio Fontes, acaba de determinar a publicação de Concurso Público para secretaria. Foram abertas 320 vagas de nível médio e superior na Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas. Concurso público lançado pela Fundação Getúlio Vargas no órgão oferta 20 vagas para candidatos com graduação completa e 300 para candidatos com formação de nível médio. Os cargos oferecidos na seleção são de Técnico de Nível Superior e Assistente Operacional e os candidatos nomeados para ambos os cargos terão jornada de trabalho de 30 horas semanais, além dos benefícios da carreira. O edital reserva ainda, 10% das vagas para candidatos portadores de deficiência.
Os salários oferecidos variam de acordo com o cargo, sendo que aprovados para cargos de Nível Superior terão remuneração mensal de R$ 1.285,90 mais gratificação no valor de R$ 1.478,78, totalizando R$ 2.764,00. Já os aprovados aos cargos de Nível Médio receberão R$ 771,54 mensalmente, além de gratificação de R$ 578,65, somando R$ 1.350,00.



sábado, 10 de janeiro de 2015

INSS 2015: Próximo concurso público para Técnico (Nível Médio) terá mais de 4.000 vagas com salário de R$ 5.016,87


O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão deverá se pronunciar oficialmente a respeito do novo concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em breve, provavelmente ainda no primeiro semestre de 2015.. 

O pedido feito ao MPOG inicialmente estipulou um total de 3.080 vagas, mas a solicitação foi refeita e reencaminhada à pasta, desta vez com um total de 4.730 vagas a serem preenchidas. A maioria das oportunidades (2.000) se destina ao cargo de Técnico do Seguro Social (nível médio), enquanto as demais se distribuiriam entre os cargos de Médico Perito (1.150) e Analista do Seguro Social (1.580).

Nossa equipe do Sou Concurseiro e Vou Passar recebeu a informações que provavelmente a AUTORIZAÇÃO seja publicada em ABRIL/2015 e o edital será publicado em JULHO.

Sobre BANCA ORGANIZADORA confirmamos que provavelmente o próximo concurso público será organizado pela Fundação Carlos Chagas, pois o último concurso público do INSS realizado pela FCC foi um sucesso, já a FUNRIO causou uma imensa confusão quando organizou este concurso. Entretanto, cogita-se o CESPE, pois organizou o concurso público do INSS de 2008.

Outro ponto levantado por nossa equipe é que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a partir de 2015, os salários, que já são atrativos, terão um aumento de mais de 10%, informou a assessoria de imprensa do órgão. Para técnico, que exige apenas nível médio, a remuneração passará de R$ 4.400,87 a R$ 5.016,87. Já as funções que necessitam de formação superior apresentarão os seguintes valores: de R$ 6.509,19 a R$ 7.520,12 para analista e de R$ 10.056,80 a R$ 11.225 para perito. Vale ressaltar que nesses vencimentos já está incluído o auxílio-alimentação de R$ 373 e as gratificações.

Com os novos valores de remuneração, tudo indica que a concorrência para este concurso será ainda mais acirrada, por isso, os candidatos já devem aproveitar o tempo para iniciar os estudos. O órgão quer lançar edital com 4.730 vagas no próximo ano. O único empecilho para a realização do certame é a liberação do aval por parte do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG).

Quer começar seus estudos para o INSS 2015:

Quer uma vaga na área criminalística? Quer ser Perito Criminal? Dicas importantes

A biomédica Cinara Lopes quer seguir a carreira de perita criminal ( Foto: Weudson Ribeiro/Esp. CB/D.A Press ) 

Do Correio Braziliense

Com salários de até R$ 7.648,67, a Polícia Técnico-Científica de Goiás, vinculada à Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan), oferece, 460 oportunidades: 60 são para nível fundamental (auxiliar de autópsia) e 400 são para nível superior, nos cargos de médico legista (para graduados em medicina) e perito criminal (para qualquer curso). Com aura de seriados investigativos, as atividades de profissionais da instituição consistem em produzir laudos, analisar cenas de delitos, coletar evidências, apurar causas e emitir pareceres. Engana-se, porém, quem pensa que a profissão é glamourosa como na tevê. É o que diz o policial civil e papiloscopista aposentado Milton Sabino, 54 anos. Embora gratificante, a área demanda extrema dedicação. “De grande importância, a datiloscopia, a perícia criminal e a medicina legal são pilares da ação investigativa. Ao tomar uma decisão, o juiz relaciona provas dos três ramos que, apesar de similares, são independentes. Portanto, isso demanda do futuro agente alto nível de discernimento, profissionalismo e responsabilidade”, revela.



Prova extensa
As inscrições terminaram em 24 de dezembro, e sobra pouco tempo de preparação para as provas, marcadas para 8 de fevereiro. Hérico Avohai, professor de física do Instituto de Estudos Farmacêuticos (Ifar) aconselha organização nesta reta final. “Apesar de contar com poucas questões, a prova tende a ser extensa. Mais do que bagagem de conhecimentos, exige do candidato também um preparo físico”, aponta. O certame é organização pela Fundação Universa (Funiversa), e candidatos acostumados com o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe) precisam ficar atentos. “As provas da Funiversa são bem contextualizadas e cobram alto nível interpretativo, diferentemente do Cespe, que apresenta textos mais pontuais e não exige uma leitura tão a fundo para responder as questões”, compara Hérico Avohai.

Para o cargo de auxiliar de autópsia, a prova é objetiva com 60 questões sobre português, matemática, informática, legislação aplicada à perícia, segurança do trabalho, ciências e realidade étnica, social, histórica, geográfica, cultural, política e econômica de Goiás e do Brasil. Para a função de médico legista, além de prova objetiva com 60 questões (português, informática, raciocínio lógico, direito, segurança do trabalho, criminalística, medicina legal e realidade étnica, social, histórica, geográfica, cultural, política e econômica de Goiás e do Brasil), os candidatos passarão por prova dissertativa. Os candidatos a perito criminal também resolverão 60 itens (português, direito, segurança do trabalho, medicina legal, criminalística, biologia, ecologia e meio ambiente, física, química, química inorgânica, matemática, contabilidade e realidade étnica, social, histórica, geográfica, cultural, política e econômica de Goiás e do Brasil) e a dissertação. Os concorrentes com deficiência passarão ainda por avaliação com equipe multiprofissional para provarem que podem exercer a função.

A prova discursiva, somente para os cargos de nível superior, consiste na elaboração de um texto dissertativo de, no máximo, 30 linhas sobre tema escolhido pela banca examinadora. Aqueles que pleiteiam as vagas de perito criminal devem conhecer os procedimentos de mecânica aplicada aos movimentos, já que grande parte das atividades desenvolvidas pelo profissional da área está ligada aos acidentes de trânsito, especula Hérico. O especialista aponta a possibilidade de o tema ser cobrado na redação para o cargo. “Tem sido assunto recorrente nos concursos para funções do tipo. Dominar conceitos acerca de balística, defeitos de projéteis e seus impactos posteriores podem fazer a diferença. O candidato que conseguir revisar esses tópicos estará em vantagem”, diz.


Exame multidisciplinar

O perito e criminalista Laécio Carneiro Rodrigues, professor de criminalística do Ifar, ressalta que o concurso abrange diversos ramos do conhecimento. Segundo ele, para sair-se bem, o candidato ao cargo de auxiliar de autópsia precisa ter noção multidisciplinar acerca dos conteúdos cobrados no edital A dica é agir com coerência na elaboração do plano de estudos. “Gerir o tempo gasto durante a preparação é uma dificuldade enfrentada por muitos que pleiteiam as vagas. A banca exige alto nível de conhecimento, e o candidato dispõe de pouco tempo para responder as questões, apenas 4h30. A atenção deve ser redobrada na prova dissertativa, que tem peso alto para a colocação dos aprovados”, alerta.



Por um futuro melhor

Biomédica na Secretaria de Educação do Distrito Federal, Cinara Lopes, 34 anos, se prepara para o concurso desde 2009 e tem um sonho antigo de ser perita criminal. Influenciada pelo pai, militar, a candidata fez outros concursos do tipo, como o da Polícia Civil de Tocantins. Para garantir a vaga desta vez, Cinara aposta nas questões de direito e de medicina legal, matérias que considera fáceis. “O problema aparece nas questões de física. Tenho dado atenção especial às disciplinas em que encontro dificuldade, como português, já que as provas da Funiversa costumam ser extensas e cansativas”, conta.




Passe bem / Criminologia e medicina legal -  Sobre a criminologia, é correto afirmar que

(A) ela não é considerada uma ciência para a maior parte dos autores.

(B) tal conhecimento encontra-se inteiramente subordinado ao direito penal.

(C) ocupa-se do estudo do delito e do delinquente, mas não se ocupa do estudo da vítima e do controle social, uma vez que tal assunto constitui objeto de interesse da sociologia.

(D) ocupa-se do estudo do delito e do controle social, mas não se ocupa do estudo do delinquente e da vítima, uma vez que tal assunto constitui objeto de estudo da psicologia. 
(E) constitui um campo fértil de pesquisas para psiquiatras, psicólogos, sociólogos, antropólogos e juristas.



Comentário:
Opções A e B estão erradas: criminologia é ciência e não se vincula ao direito penal. Ela atua no campo do ser, enquanto o direito penal atua no campo normativo (dever ser). Opções C e D também estão erradas: a criminologia estuda o delito, o delinquente, a vítima e o controle social. Portanto, a opção correta é a letra E.



Questão retirada da prova para perito criminal da Polícia Civil de São Paulo (2013), comentada pelo professor Paulo Coen, do Ponto dos Concursos.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

NÃO PERCA OS CURSOS PRESENCIAS DO SOU CONCURSEIRO E VOU PASSAR - Polícia Civil do Amazonas, Polícia Militar do Amazonas, MANAUSPREV, INSS, SEFAZ-AM, TCE/AM


Mais informações: Rua Pará, Nº 840 - Vieiralves (ao lado do restaurante Sabor a Mi). 
Telefone: 3345-1548 ou 98116-3075 (Whats App)


Mais informações: Rua Pará, Nº 840 - Vieiralves (ao lado do restaurante Sabor a Mi). 
Telefone: 3345-1548 ou 98116-3075 (Whats App)


Mais informações: Rua Pará, Nº 840 - Vieiralves (ao lado do restaurante Sabor a Mi). 
Telefone: 3345-1548 ou 98116-3075 (Whats App)


Mais informações: Rua Pará, Nº 840 - Vieiralves (ao lado do restaurante Sabor a Mi). 
Telefone: 3345-1548 ou 98116-3075 (Whats App)


Mais informações: Rua Pará, Nº 840 - Vieiralves (ao lado do restaurante Sabor a Mi). 
Telefone: 3345-1548 ou 98116-3075 (Whats App)


Mais informações: Rua Pará, Nº 840 - Vieiralves (ao lado do restaurante Sabor a Mi). 
Telefone: 3345-1548 ou 98116-3075 (Whats App)


Mais informações: Rua Pará, Nº 840 - Vieiralves (ao lado do restaurante Sabor a Mi). 
Telefone: 3345-1548 ou 98116-3075 (Whats App)


Mais informações: Rua Pará, Nº 840 - Vieiralves (ao lado do restaurante Sabor a Mi). 
Telefone: 3345-1548 ou 98116-3075 (Whats App)


quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Conheça os concursos públicos TOP 10 do ano de 2015


Final de ano é tempo de balanço do que já foi feito e, principalmente, de resoluções para o novo ciclo que vai começar. O ano de 2015 já está aí, batendo à porta. Logo, para os concurseiros, é chegada a hora de planejar seus voos para o próximo ano, que trará ótimas oportunidades de ingresso no serviço público. Pensando nisso, o Sou Concurseiro e Vou Passar elaborou o TOP 10 - desta vez com os principais concursos federais programados para 2015. Confira abaixo e, com foco e estudos, reserve desde já a sua vaga!

1) Banco do Brasil: concurso para escriturário vem aí!
Fonte ligada ao Banco do Brasil afirmou que já está em pauta a realização de dois concursos para escriturário, cargo que exige o nível médio. A previsão é de que os editais sejam publicados ainda no primeiro semestre de 2015. A função de escriturário proporciona remuneração inicial de R$3.134,78, incluindo vencimento de R$2.227,26, cesta-alimentação de R$397,56 e vale-refeição de R$509,96, além de diversos benefícios. 

2) PRF: pedido de concurso avança no PlanejamentoA área de Segurança Pública federal conta com perspectiva de boas oportunidades em 2015. O pedido da PRF é para até 1.500 vagas de policial rodoviário federal, que tem como requisitos básicos o ensino superior completo em qualquer área e a carteira de habilitação, na categoria B ou superior. Os ganhos iniciais da carreira são de R$6.791,25, já com o auxílio-alimentação, e partir de janeiro do ano que vem, o valor sobe para R$7.092.

3) INSS: concursos seguem confirmados para 2015O ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, o presidente do INSS, Lindolfo Neto de Oliveira Sales, e o diretor de gestão de pessoas da autarquia, José Nunes Filho, afirmaram, que o concurso será realizado em breve. Os números da carência mapeada pelo INSS foram enviados como anexo à solicitação de 4.730 vagas ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, sendo 2 mil vagas para técnico do seguro social (nível médio; R$4.400,87), 1.580 de analista do seguro social (nível superior; R$7.147,12) e 1.150 de perito médico (nível superior em Medicina; R$10.056,80). 

4) Fiscal do Ministério do Trabalho: previsão de 800 vagasProssegue a expectativa pela formalização do sinal verde para o concurso de auditor-fiscal do trabalho (nível superior), para o qual foram solicitadas 800 vagas pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Segundo o ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, a seleção já foi permitida, no entanto, o aval precisa ser confirmado. Atualmente, a remuneração inicial da carreira é de R$15.338,44, já incluindo o auxílio-alimentação, de R$373, mas esse valor passará para R$16.116,64 em janeiro, em função de reajuste acordado com o governo. O MTE aguarda ainda autorização para oferecer em concurso até 100 vagas de analista de políticas sociais (nível superior e iniciais de R$5.717,88).

5) Inmet: confirmada oferta de 242 vagas

Está confirmado o concurso do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), vinculado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Serão oferecidas 242 vagas, distribuídas por cargos dos níveis médio e superior. As oportunidades serão para Brasília (165), Rio de Janeiro (5), São Paulo (11), Manaus (9), Belém (9), Recife (11), Salvador (5), Belo Horizonte (8), Porto Alegre (8), Cuiabá (6) e Goiânia (5). 

6) IBGE: expectativa pela autorização de 1.564 vagasO Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) programa a abertura de concurso para o provimento de 1.564 vagas, sendo 1.044 somente para o cargo de técnico, de nível médio. A remuneração atual inicial de técnicos é de R$3.323,91. Analistas e tecnologistas, cargos que exigem graduação e deverão oferecer um total de 520 vagas no próximo concurso, recebem inicialmente ao mês R$7.039.

7) BNDES: nova seleção programada para o próximo anoQuem sonha em conquistar um emprego novo em 2015 encontrará uma boa oportunidade no concurso do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. Segundo o setor de Recursos Humanos (RH), uma nova seleção ocorrerá no segundo semestre do proximo ano. Um dos cargos oferecidos será o de técnico administrativo, que exige o antigo 2º grau e proporciona rendimento de R$4.759,23, incluindo auxílio-alimentação de R$397,35 e auxílio-refeição de R$965,50.

8) Receita: orçamento prevê novas contrataçõesEm reunião com representantes do sindicato nacional da categoria no último dia 25, a secretária de gestão pública do Ministério do Planejamento, Ana Lúcia Amorim de Brito, afirmou que está na “previsão orçamentária da Receita Federal a destinação de recursos para a contratação de novos auditores”. 

9) Depen: oportunidades agendadas para o próximo anoO Departamento Penitenciário Nacional (Depen) tem pedido de autorização em análise no Ministério do Planejamento desde o fim do primeiro semestre para concurso com até 640 vagas. Desse total, 604 vagas são apenas para o cargo de agente penitenciário federal, de nível médio, com salário inicial de R$5.164,58 (incluindo auxílio-alimentação, de R$373). Além da escolaridade mínima, o cargo de agente tem exigência de carteira de habilitação, na categoria B em diante.

10) Agências federais: centenas de vagas serão oferecidasEste último tópico traz, na verdade, a soma de diversos concursos distintos. Na área das agências federais, 2015 será um ano dos mais promissores: estão programadas as seleções para ABIN (470 vagas, para níveis médio e superior), Agência Nacional de Águas (32 vagas para analista, com vencimentos superiores a R$10 mil), ANS (102 vagas de nível médio), Agência Nacional de Transportes Terrestres (670 vagas solicitadas), Anvisa (120 vagas, nível médio) e Agência Nacional de Aviação Civil(386 vagas).



domingo, 7 de dezembro de 2014

(CONCURSO PÚBLICO MANAUSPREV) Informações sobre a publicação do edital



A publicação do edital do concurso público da MANAUSPREV, estava prevista para acontecer em outubro, com a assinatura da contratação da Fundação Carlos Chagas como organizadora do certame, contudo, a publicação foi adiada para novembro e agora a previsão é para início de 2015.

Segundo comunicado oficial da MANAUSPREV, o futuro edital estaria passando por ajustes junto a organizadora (FCC), entretanto, conforme fontes internas de dentro da autarquia o problema seria junto ao Tribunal de Contas do Estado - TCE.

A direção da MANAUSPREV está sofrendo muita pressão para que este concurso seja realizado com a mais rápida urgência, justo por isso, espera-se que realmente em janeiro de 2015 seja publicado este tão aguardado edital.

O que podemos confirmar é que o concurso público da MANAUSPREV possuirá a oferta inicial de de 65 vagas, sendo 33 para cargos com exigência de ensino médio e 32 para nível superior. Para os cargos de nível médio, a remuneração inicial é de R$ 4.000 e para os de nível superior, R$ 6.000, todos com jornada de trabalho de 40 horas semanais, contudo, por ser o primeiro concurso público desta instituição, a previsão é que seja convocado o dobro dos cargos.

Quem possui ensino médio com formação específica poderá concorrer aos cargos de técnico previdenciário nas áreas administrativa (30 vagas) e de informática (três). Para nível superior, as opções são para o cargo de procurador autárquico, para quem possui formação em direito (sete) e analista previdenciário nas áreas administrativa (seis), contabilidade (três), economia (três), administração (duas), ciências atuariais (uma), serviço social (duas), psicologia (uma), jornalismo (uma), arquivologia (duas), enfermagem (duas) e tecnologia da informação (três).

No caso de técnico na área administrativa, com maior oferta, de acordo com a lei 1.803, de 28 de novembro de 2013, quem cria a Manaus Previdência, as atribuições correspondem a atividades de atendimento ao público, fornecendo informações e orientações aos segurados e usuários, proceder no reconhecimento inicial, manutenção, recursos e revisão de direitos e benefícios assegurados pela autarquia e realizar atividades de suporte técnico especializado e atividades de competências da Manaus Previdência.

As contratações serão feitas de acordo com o regime estatutário.

A Manausprev é responsável pela garantia de benefícios previdenciários aos segurados e dependentes do Sistema de Previdência Municipal. Existe desde 2005, quando foi criada pela lei 870, com o objetivo de garantir benefícios previdenciários aos segurados do sistema de previdência municipal.

A partir de 2013 foi transformada em autarquia, passando a fazer parte da administração indireta da prefeitura, vinculando-se à Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef).


sexta-feira, 21 de novembro de 2014

CURSO TELE-TRANSMITIDOS SOU CONCURSEIRO E VOU PASSAR

Aproveitem nossa promoção para nossos cursos TELE-TRANSMITIDOS:





ENDEREÇO: Rua Pará, Nº 840 - Vieiralves. 
Telefone: 3345-1548

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

CONCURSO PÚBLICO DA POLÍCIA FEDERAL: PF terá que filmar provas de aptidão física


Do CorreioWeb

Por decisão da juíza federal Clara Alves, da 2ª Vara Federal de Roraima, a União deverá filmar as provas de aptidão física nos próximos concursos da Polícia Federal (PF). A decisão foi motivada por uma recomendação feita pelo Ministério Público Federal de Roraima (MPF/RR), em fevereiro de 2013, sobre o concurso para agentes da corporação, realizado em 2012. As decisões são limitadas ao estado de Roraima.

À época, foi alegado que três dos oito candidatos que participaram dos testes apontaram, entre outros supostos delitos durante a execução dos exames, a não divulgação dos índices e marcas alcançadas. Além de gravar a etapa, a União fica ordenada a franquear o acesso do público ao local do exame.

Saiba mais
Atualmente a PF está com um concurso suspenso. O órgão já anunciou que as datas do certame que visa o preenchimento de 600 vagas para o cargo de agente da corporação serão alteradas. Segundo comunicado publicado no site da organizadora, o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), novas informações serão divulgadas no dia 28 de novembro, no próprio site.

A suspensão se deu em cumprimento a uma ação civil pública, proposta pela Vara Federal da Subseção Judiciária de Uberlândia/MG. A ação visa garantir o acesso de pessoas com deficiência ao cargo. O edital de abertura reserva 30 oportunidades para pessoas com deficiência física. No entanto, o mesmo edital deixa claro que não haverá adaptação das etapas de exame de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica ou do curso de formação para os candidatos com necessidades especiais.

O concurso
São 600 vagas para o posto de agente, com remuneração de R$ 7.514,33. Participam candidatos com qualquer curso de nível superior. Do total de chances, 30 são reservadas a pessoas com deficiência. Outros 20% são destinados a candidatos negros. Não há formação de cadastro reserva.